O gênero do desejo: sexualidade e universo moral no cinema de Pedro Almodóvar

Paloma Coelho

Resumen


Este artigo discute a maneira como os personagens no cinema de Almodóvar se constituem como sujeitos morais, tendo o desejo como o eixo norteador de suas ações e como estruturador dos sentidos e significados em torno do gênero, do corpo e da sexualidade. A análise dos mecanismos que constituem tanto o feito dos filmes, como os seus regimes de visibilidade, revela que o desejo é construído de forma distinta no tocante aos gêneros. Ao mesmo tempo em que os filmes deslocam alguns códigos do cinema hegemônico e apontam para certa flexibilização das normas de gênero, há uma tendência a reiterar antigos padrões que reafirmam a mesma estrutura de dominação que se pretende contestar; algo que contraria, ou ao menos relativiza, a postura transgressora comumente atribuída à obra do diretor.


Palabras clave


Pedro Almodóvar Gênero; Sexualidade; Desejo; Cinema; Espanha

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))


DOI: http://dx.doi.org/10.18441/ibam.18.2018.67.179-201

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


IBEROAMERICANA. América Latina - España - Portugal

ISSN (print): 1577-3388
ISSN (online): 2255-520X
DOI: 10.18441/ibam

URL: http://journals.iai.spk-berlin.de/index.php/iberoamericana/index

Contacto: iberoamericana@iai.spk-berlin.de

Esta obra está bajo la licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 3.0 Alemania.

© 2014 | IAI SPK
Ibero-Amerikanisches Institut PK