O Futuro do Passado: A Representação da Primeira República Brasileira na Exposição Universal de Chicago, 1893

Palabras clave: Exposição Universal de Chicago, Brasil;, Primeira República, História do Design, Belas-Artes

Resumen

Apenas quatro anos após depor a Monarquia, os Republicanos que fundaram os Estados Unidos do Brasil montaram uma representação para a Exposição Universal de Chicago em 1893. Ainda sob a ameaça de uma insurreição monarquista e em vias de afirmar sua autoridade, os Republicanos se utilizaram da exposição para reescreverem o passado imperial brasileiro e projetar seu futuro político. O presente artigo, escrito sob a ótica da história do design, analisa mostruários de exposição –uma carruagem imperial pertencente a D Pedro I enquadrada como um passado remoto, a instalação de uma pirâmide dourada que exaltava poder regional, e pinturas que revelavam o desejo republicano por uma
certa ordem social– como chaves de acesso para compreender essa primeira representação Republicana em Exposições Universais e os múltiplos interesses políticos e econômicos por trás da mostra de ordem e progresso.

Publicado
2021-07-15
Cómo citar
Rezende, L. (2021). O Futuro do Passado: A Representação da Primeira República Brasileira na Exposição Universal de Chicago, 1893. IBEROAMERICANA. América Latina - España - Portugal, 21(77), 71–95. https://doi.org/10.18441/ibam.21.2021.77.71-95
Sección
Dossier